Casa Nova (BA): João Honorato denuncia falsificação de lei para a venda de terreno público pela gestão do prefeito Wilker Torres

Joao RJ

O ex-vereador e pré-candidato a prefeito de Casa Nova (BA), João Honorato (Avante), denuncia que tomou conhecimento através do advogado Paciel Coelho, que houve irregularidade na aprovação, sanção e publicação da Lei 259/2017, referente a venda do terreno entre o Banco do Brasil e Bradesco, que foi falsificada.

Segundo João Honorato houve vícios em todo o processo de venda do terreno por parte da gestão do prefeito Wilker Torres, com a falsificação de documentos oficiais, a fim de dar legalidade à venda do terreno, que é objeto de suspeitas de que foi vendido muito abaixo do preço de mercado, parcelado em 18 vezes e adquirido por pessoas ligadas ao irmão do gestor, deputado estadual Tum (PSC), gerando desconfianças sobre o uso de “laranjas”.

Diante das novas provas, João Honorato e Paciel Coelho pretendem ajuizar ações junto ao Ministério Público e Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), para a apuração dos fatos. Além disso, cobram um posicionamento dos vereadores, não só para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), mas para um processo de impeachmint do prefeito, diante da comprovação de graves irregularidades.

Abaixo cópias da lei aprovada e sua adulteração:

Aprovado

Falsificado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s