Bahia: Ex-deputado federal e dirigente do PCdoB, Haroldo Lima morre em decorrência da Covid-19

Morreu na madrugada desta quarta-feira (24/03), em Salvador, em decorrência de complicações da Covid-19, o ex-deputado federal do PC do B da Bahia e dirigente do partido, Haroldo Lima. Ele estava internado em unidade de saúde da capital baiana.

Em nota, o presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães, disse que Haroldo “lutou bravamente por longos dias contra a doença, mas não resistiu às complicações”.

“Lamentamos profundamente a irreparável perda de um dos mais destacados quadros nacionais do PCdoB nas últimas décadas e prestamos irrestrita solidariedade aos familiares, aos amigos e militantes neste momento de dor”, diz a nota.

Não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento.

Repercussão

Diversos agentes políticos e pessoas públicas se pronunciaram lamentando a morte de Haroldo Lima. Um deles foi o governador da Bahia, Rui Costa, durante entrevista ao Jornal da Manhã, da TV Bahia.

“Eu quero lamentar a morte do Haroldo Lima, ex-presidente do PCdoB, abraçar a família, prestar solidariedade, meus sentimentos a toda militância do PCdoB, meus sentimentos. E faremos uma homenagem a ele hoje, ao longo do dia. Essa doença tem levado pessoas muito importantes, pessoas que, independentes de terem cargos políticos ou não, pessoas que compõem o ente querido de cada família. Então, além de político, o Haroldo era alguém que representava o sentimento de família, de amor ao próximo. Fica o nosso abraço aqui”, falou o governador.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas também se pronunciou em postagem no Instagram. “A Bahia perdeu hoje (24) para a #COVID19 mais um dos líderes que fizeram história na luta pela democracia, @haroldorlima. Meus sentimentos aos amigos do PCdoB e a toda sua família”.

A deputada federal Alice Portugal também foi uma das pessoas que se pronunciaram após a morte do político. “Perdemos HAROLDO LIMA para a COVID-19, mas ele vive e viverá eternamente na nossa luta e em nossos corações!”.

O reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) também se prenunciou sobre a morte de Haroldo Lima.

“É um momento muito triste para a Bahia e o Brasil. Estão de luto pessoas e instituições. Está de luto a Universidade Federal da Bahia, que ele sempre defendeu e amou; e estão de luto, em um largo espectro de posições, todos os que lutam contra a exploração, todos os que defendem a democracia e a liberdade, todos os que defendem a vida e o conhecimento. Faleceu Haroldo Lima, vítima da Covid, em um dia que, indicam os números, chegamos à marca aterradora de 300 mil óbitos. Haroldo Lima era um amigo único e raro, capaz de conciliar história e humanidade. Afinal, sua presença sempre se revestia de um brilho extraordinário, como se uma figura lendária, uma personagem de livro, fosse também um parente próximo. Assim, grande liderança comunista, sua palavra sempre provocava respeito e reverência, mas o escutávamos também como se um companheiro de viagem, a um só tempo tímido e eloquente, estivesse ali a nosso lado, sendo corajoso e firme, próximo e solidário. Haroldo era, enfim, como nos lembrou hoje o poeta José Carlos Capinan, alguém com quem podíamos falar de política e poesia”, disse.

Fonte: G1 Bahia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s