Sobradinho (BA): Prefeitura realiza culminância das atividades do Agosto Lilás

A Prefeitura de Sobradinho, através da SEADS, realizou nesta quinta-feira (02/09), na sede do CRAS, a culminância das atividades alusivas ao Agosto Lilás, campanha de combate à violência contra a mulher.

O Agosto Lilás foi criado para celebrar a conquista da Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006, que combate os vários tipos de violência doméstica no Brasil, considerada um problema de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Estou muito feliz com a presença de todas vocês neste dia de reflexão e conscientização para o enfrentamento da violência contra a mulher. Um dos motes do “Agosto Lilás” é a divulgação da lei que foi elaborada justamente para amparar as mulheres vítimas de violência, seja ela física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial. Portanto, agradeço a toda rede proteção e da Assistência Social que se fizeram presentes neste importante evento”, declarou a coordenadora do CRAS, Célia Perdiz.

Durante as atividades do Agosto Lilás, foram realizadas através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), apresentações do grupo da Terceira Idade, grupo musical Flauteando a Poesia composto por crianças e adolescentes, e também houve recitação de poemas e apresentação teatral.
A Coordenadora do CREAS, Naiara Almeida Campos, destacou a atuação do órgão no combate à violência contra a mulher.

“No CREAS atendemos 85 famílias pela rede de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI). Em questão de violência, acompanhamos 12 mulheres pelo mesmo serviço por demanda espontânea ou encaminhadas por outros órgãos. Porém, muitas desistem de seguir em frente com o processo, ou por medo do agressor ou por motivos de dependência financeira. Infelizmente a violência contra a mulher afeta mulheres de todas as classes sociais, idades, nível de escolaridade, raça e religiões. Pode ocorrer em casa, entre pessoas da família ou entre pessoas que mantenham relações íntimas de afeto, mesmo sem a convivência sob o mesmo teto. O agressor é, geralmente, o marido, namorado, ex-companheiros, ou ainda o pai, irmão, tio, avô. Mas a violência também pode vir de outra mulher, como a mãe, sogra ou cunhada,” esclareceu a coordenadora

O Secretario de Assistência e Desenvolvimento Social, Paulo Macedo salientou sobre a importância do enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher e o fortalecimento dos mecanismos de prevenção e proteção.
“Pela necessidade de isolamento social neste período de pandemia pela COVID 19, se traz uma preocupação real, pois para mulheres em situação de vulnerabilidade, isso pode ser trágico. E para que possamos oferecer apoio a todas as mulheres de Sobradinho, o Prefeito Cleivynho Sampaio solicitou à Procuradoria Municipal a reestruturação da Lei 278/2001, que criou o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, e esta proposta será encaminhada ao Legislativo Municipal para que possa ser votada, e caso seja aprovada, ser sancionada pelo prefeito para que as mulheres de Sobradinho contem com mais um mecanismo de garantia e de proteção aos seus direitos. Portanto, o Agosto Lilás não deve ser lembrado somente no mês de agosto, mas também nos 365 dias do ano,” concluiu o secretário.

Participaram do encontro o Pe. Íbis Cassius Demetrius, representante do Comando da Ronda Maria da Penha e de entidades da sociedade civil organizada.

Ascom PMS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: