Sobradinho (BA): CAPS tem intensificado os atendimentos de saúde mental neste período pandêmico

Durante a última semana da campanha do Setembro Amarelo de 2021, a Prefeitura de Sobradinho, através da Secretaria de Saúde vem socializando informações sobre o trabalho realizado pelo Centro de Atenção Psicossocial- CAPS, que oferece durante todo o ano atendimento multiprofissional e interdisciplinar para as pessoas em sofrimento psíquico grave e/ou persistente.

O CAPS Sobradinho conta com uma equipe multidisciplinar composta de assistente social, técnico de enfermagem, psicólogo e psiquiatra, que realizam diversa atividades terapêuticas, como, psicoterapia individual ou em grupo, oficinas terapêuticas, atividades comunitárias, atividades artísticas, musicoterapia, orientação e acompanhamento do uso de medicação e atendimento domiciliar, também para os familiares dos usuários.
Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), entre todos os dispositivos de atenção à saúde mental, têm valor estratégico para a rede de saúde pública do município.

Segundo a coordenadora Marlene Araújo Pereira, antes da pandemia o CAPS realizava cerca de 1200 atendimentos, por mês, mas o número de pacientes que passaram a buscar o serviço aumentou nestes 1 anos e seis meses de período pandêmico. Os atendimentos ultrapassam a marca dos 3 mil. O CAPS assiste pessoas com transtornos mentais severos e persistentes (adultos e, também, crianças e adolescentes), incluindo as enfermidades secundárias ao uso de substancias psicoativas (álcool e outras drogas).

“Apesar das dificuldades enfrentadas neste momento tão delicado para todos nós, as equipes do CAPS estão trabalhando de forma incansável pelo bem estar de quem busca os nossos serviços. Nossa demanda aumentou e a gestão do Prefeito Cleivynho Sampaio tem investido na estrutura do CAPS, priorizando os atendimentos à saúde mental das pessoas, tão afetada com este período de isolamento e instabilidade emocional. Nossa equipe trabalha com muita dedicação, acolhimento aos pacientes, e acima de tudo com ética profissional,” ressaltou a coordenadora.

Marlene Araújo informou também que, “para ser atendido, basta procurar o serviço ou ser encaminhado pela Atenção Básica. Assim como em outras situações, o paciente também pode ir sozinho ou acompanhado”.
O CAPS funciona de segunda a sexta das 8 às 17 horas, com sede na quadra S7 rua 11 próximos ao CRAS. (Antigo CEBEC).

Ascom PMS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s