Sobradinho (BA): Agentes de Endemias recebem treinamento sobre uso de novo larvicida biológico para controle do Aedes aegypti

A Prefeitura de Sobradinho, através da Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Endemias, adquiriu um novo e mais eficaz aliado contra o Aedes aegypti, mosquito causador da Dengue, chikungunya e Zika. O larvicida biológico Espinosade, recomendado pelo Ministério da Saúde, será aplicado nas residências e logradouros do município.

Os agentes de endemias participaram da capacitação e tiveram bons resultados com a nova tecnologia, que irá reforçar as ações de prevenção e controle das arboviroses.

A Secretaria de Saúde informou que “o biolarvicida representa uma alternativa eficiente no controle das larvas dos mosquitos, pois pode ser adicionado em qualquer lugar que acumule água e tenha potencial para ser um criadouro dos insetos. Além disso, o Espinosade apresenta vantagens significativas como segurança humana e baixo desenvolvimento de resistência, o que o torna bastante promissor no controle biológico de vetores, principalmente do Aedes aegypti e Aedes albopictus, vetores da dengue, chikungunya e Zika”.

Ainda de acordo com a SMS, o grande benefício, em comparação com os inseticidas tradicionais, é que esse é um produto orgânico e causa a morte apenas das larvas do mosquito, sem afetar pessoas e nem animais domésticos, inclusive peixes, aves e outros insetos benéficos. Também não afeta o ambiente, porque não é cumulativo ou poluente.

O Coordenador do Departamento de Endemias, Sóstenes Pereira do Nascimento, destacou a importância da nova tecnologia.

“O Ministério da Saúde está investindo em mais uma ferramenta na luta contra o mosquito Aedes aegypti. Esse novo larvicida é uma inovação tecnológica na resposta ao controle das arboviroses, de uma forma sustentável e preservando a saúde humana e animal. A nova tecnologia além de trazer mais segurança aos profissionais que trabalham diretamente com os produtos, garante um menor impacto ambiental, por se tratar de um produto biológico de baixo efeito à saúde humana. O trabalho de promoção e prevenção em saúde vai além do combate às endemias. É o cuidado com a comunidade, o zelo em entrar em uma casa e ver que existe algo diferente, que podemos avançar com a promoção da saúde no nosso município. Equipes integradas são de extrema importância para esse ciclo e o momento de capacitação é justamente para integrarmos as equipes e fazer o trabalho acontecer”, destacou o coordenador.

Ascom PMS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: