Casa Nova (BA): Sem nenhum projeto aprovado, deputado Tum é o que mais gasta com publicidade na AL-BA

Gastos Deputados Estaduais

Natural de Casa Nova, Tum (PSC) dificilmente é visto no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), onde é deputado estadual. No entanto, se depender do que o parlamentar gastou de verba pública na divulgação do próprio mandato nos últimos meses, ser reconhecido no estado não será problema.

Tum lidera os gastos em divulgação reembolsados pela verba indenizatória da Assembleia Legislativa da Bahia nessa legislatura. O parlamentar reembolsou R$ 489 mil, entre fevereiro de 2019 a maio de 2020. Maior parte dos pagamentos foram destinados para empresas que produzem material gráfico, outdoors e impressões.

O fundo usado pelo Casa-Novense é abastecido pelos cofres públicos e garantem aos deputados R$ 155 mil por mês para custear despesas com o exercício da profissão. Ao lado de Tum, os deputados já gastaram R$ 16 milhões em divulgação nesta legislatura.

Em nota, o deputado afirmou que a utilização da verba indenizatória para divulgação do mandato está prevista em lei e tais despesas foram utilizadas para prestação de contas à sociedade das atividades desenvolvidas pelo mandato, que tem se destacado de maneira atuante em defesa dos baianos. O deputado ainda não aprovou qualquer projeto de lei na Assembleia Legislativa da Bahia.

Em Brasília, o uso de verba parlamentar virou alvo de contestação do Tribunal de Contas da União (TCU), que questiona a necessidade de se usar dinheiro público para esse fim (veja aqui). A Assembleia já possui outros meios para os deputados divulgarem seus mandatos como a TV Assembleia, a rádio AL-BA e a equipe de jornalismo do Legislativo.

Enquanto alguns deputados se aproximam do meio milhão de reais gastos com publicidade nesta Legislatura, 42,9% da população baiana como um todo ainda estava abaixo da linha de pobreza em 2018, o que representava 6,3 milhões de pessoas vivendo com menos de R$ 413 por mês.

Em nota, a Assembleia explicou que todos os pedidos de reembolso da verba indenizatória são auditados pelo Departamento de Cotas da casa. Os gastos passam por dupla análise antes de terem a recomendação ou não do pagamento.

Fonte: Bahia Noticias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s