Juazeiro (BA): Secretário de Saúde visita unidades de atendimento à Covid-19 em Salvador como modelo para município

O secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa, e a diretora geral da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, Tatiane Benevides, visitaram nesta quarta-feira (03/03), a Secretaria de Saúde de Salvador e unidades de atendimento a pacientes com Covid-19. O objetivo foi conhecer o fluxo de atendimento e a otimização dos recursos humanos e materiais.

As visitas começaram na Secretaria de Saúde da capital, para uma reunião com o secretário Léo Prates e conversa com a equipe técnica que monitora a Covid-19 no município. “Conhecer o trabalho que está sendo feito pela prefeitura de Salvador num momento como esse, nos dá uma bagagem para que o nosso atendimento em Juazeiro seja melhorado. O secretário Léo Prates está fazendo um trabalho complexo para atender a demanda, mas com uma equipe que cuida dos recursos que tem para oferecer o melhor atendimento possível à população e a gente aprende com a experiência da capital para aplicar um modelo semelhante em Juazeiro”, declarou Fernando Costa.

No bairro de Valéria, o secretário de Saúde de Juazeiro e a diretora da UPA viram de perto o funcionamento da Unidade de Suporte Ventilatório que funciona com dez leitos. A unidade é semelhante ao Hospital de Campanha de Juazeiro depois da adequação feita pela Prefeitura. “Pacientes só entram na unidade quando são regulados, não por demanda espontânea. Esse centro é uma forma de desafogar os leitos de UTI da capital, por conta da superlotação. Foi importante ver toda a estrutura de equipamentos, porque até máquina de diálise eles têm aqui. Percebemos que é um bom modelo para a gente seguir readaptando e reestruturando o Hospital de Campanha em Juazeiro”, explicou Tatiane Benevides.

Fernando Costa visitou também a unidade de sintomas gripais no bairro do Pau Miúdo, onde funcionam 10 leitos intermediários e dois leitos de UTI com estrutura semelhante ao Hospital de Campanha de Juazeiro. “Nós estamos dispostos a auxiliar a Prefeitura de Juazeiro no que for preciso. As realidades são diferentes, mas o problema é comum, que é atender da melhor forma possível os pacientes com coronavírus porque o momento é muito delicado, e consideramos que a rede de saúde está em colapso. Está acontecendo superlotação”, explicou Elmar Dourado, coordenador médico da unidade.

Ascom PMJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s