Bahia: Deputado Zó apoia fortalecimento da Apicultura no Norte da Bahia

Desde o início do primeiro mandato, o deputado estadual Zó realiza ações para tornar a atividade da Apicultura mais forte e, assim, gerar mais emprego e renda, principalmente para os municípios da Região Norte. Em parceria com o deputado federal Daniel Almeida, já realizou entregas de kits de Apicultura em municípios como Campo Alegre de Lourdes, Uauá, Pilão Arcado e Remanso, ampliando e fortalecendo o setor econômico.

Recentemente, em visita às cidades de Remanso, Campo Alegre e Pilão Arcado, mais uma vez conversou com apicultores e comerciantes de mel, reiterando o desejo de fortalecer a cadeia produtiva. Em conversa com um distribuidor de Remanso, foi informado que um tonel de mel equivale a R$ 5 mil. “Vale ressaltar que este dinheiro é um recurso vindo de fora das comunidades, valorizando um produto que tem origem da biodiversidade da caatinga”, destaca o deputado Zó.

No dia 11 deste mês, no município de Pilão Arcado, juntamente com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, visitou a finalização da obra da Unidade de Processamento dos Produtos das Abelhas, na comunidade de Vereda da Onça, onde os produtores poderão beneficiar produtos derivados do mel. “O governador Rui Costa é atento às potencialidades de cada região. O governo do Estado, através da CAR, vai entregar este importante equipamento que vai contribuir com o desenvolvimento do município”, declarou Zó.

Em articulação com o prefeito Enilson Marcelo, de Campo Alegre de Lourdes, o deputado Zó também tem contribuido para que o município se torne uma referência na atividade da Apicultura e beneficiamento do mel. Assim como nos outros municípios, já há uma estrutura de produção para alveolação de cera, o que possibilita as Abelhas produtividade permanente.

Em contato com os comerciantes, os negócios de venda do mel podem chegar a girar em torno de R$ 200 milhões por ano. Semanalmente, caminhões lotados de barris são enviados para Santa Catarina e lá beneficiados para exportação para Europa, Ásia e outros continentes. “Temos que criar possibilidades de fazer com que este dinheiro seja melhor distribuído e as comunidades possam beneficiar o mel, agregando valor e envolvimento mais trabalhadores e trabalhadoras rurais. A caatinga nos oferece todos estes recursos, as pessoas têm o saber de produção do mel, e nós, como agentes públicos, temos que pavimentar este caminho. Precisamos otimizar a embalagem, seja em bisnagas, potes ou bisnagas. Inclusive, já estamos pleiteando a aquisição de máquinas para bisnagas de mel, e assim possibilitar uma melhor comercialização. E este é nosso trabalho, junto com os representantes políticos e população “, finalizou o deputado Zó.

Ascom Deputado Estadual Zó

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: